COVID-19 INFORMAÇÕES PARA VIAGENS ATÉ 31 DE DEZEMBRO DE 2020

O desenvolvimento do coronavírus tanto na Itália quanto no exterior e as conseqüentes medidas para restringir o movimento imposto pelas autoridades nacionais e internacionais levaram inevitavelmente a várias mudanças nos planos de viagem de milhares de clientes. 

 

Pedimos desculpas caso houver qualquer dificuldade para contatar os nossos operadores neste momento devido aos volumes elevados de chamadas que estamos experimentando. Por favor, não entre em contato com nosso Call Center a menos que você for viajar nos próximos 3 dias.

 

Por favor, tenha em mente que você tem até 31 de dezembro para mudar uma reserva de voo ou pedir um reembolso do bilhete ou voucher TCVA solicitação também pode ser feita após a data agendada da viagem.

Veja abaixo como solicitar assistência:

 

Os passageiros que não quiserem mais voar conforme o horário indicado no bilhete

Todos os passageiros que compraram um bilhete emitido até 31 de dezembro para voo saindo a partir de 23 de fevereiro podem solicitar o seguinte até 31 de dezembro:

  • Para alterar sua reserva para outra viagem que acontecerá até 31 de dezembro
  • Um reembolso com um voucher de igual valor ao bilhete adquirido, válido por um ano, com base na data de partida do voo original, para voar para qualquer destino oferecido pela Alitalia.
  • Reembolso de passagens de acordo com as regras da tarifa. Observe que o reembolso pode ser finalizado até 12 meses após a data da solicitação.

 

Passageiros que tiveram seu voo cancelado

Todos os passageiros em posse de um bilhete da Alitalia (055) cujo voo foi cancelado podem solicitar o seguinte até 31 de dezembro:

  • Para alterar sua reserva para outra viagem que acontecerá até 31 de dezembro
  • Um voucher de igual valor ao bilhete adquirido, válido por um ano, com base na data de partida do voo original, para voar para qualquer destino oferecido pela Alitalia.
  • Um reembolso do preço do bilhete ou do valor restante da parte da viagem que ainda não foi concluída. Observe que o reembolso pode ser finalizado até 12 meses após a data da solicitação.

 

Passageiros com bilhetes premiados MilleMiglia

Todos os passageiros com bilhetes premiados MilleMiglia que decidirem não viajar podem solicitar uma mudança na reserva ou optar por recuperar suas milhas e receber um reembolso das taxas de embarque.

 

Quem contatar

Para alterar sua reserva, você pode entrar em contato diretamente com a agência de viagens onde seu bilhete foi comprado. Para os bilhetes comprados através dos canais da Alitalia, ligue para o Call Center.

Para solicitar um voucher, por favor, entre em contato com o Call Center da Alitalia.

Para reembolsos de voos para destinos que não são mais oferecidos pela Alitalia, você pode entrar em contato diretamente com a agência de viagens onde sua passagem foi comprada. Para os bilhetes comprados através dos canais da Alitalia, ligue para o Call Center.

 

Para entrar em contato com o Call Center, ligue para a linha telefônica gratuita 800650055 (da Itália) ou +39 0665649 (de forma da Itália) ou os números locais encontrados aqui.

 

Por motivos técnicos decorrentes das atualizações do sistema, os clientes que tenham adquirido um bilhete no site alitalia.com para voos da Espanha para a Itália (e vice-versa) em  codesharecom a Air Europa, que não tenham sido efetuados, serão reembolsados pela Companhia.

 

Medidas para proteger a segurança e a saúde dos nossos passageiros e funcionários

A segurança dos passageiros e funcionários sempre foi a principal prioridade da Alitalia.Por este motivo, pedimos aos passageiros que tenham consigo uma máscara de proteção antes de embarcarem na aeronave. A máscara de proteção deve ser usada obrigatoriamente se um grande número de viajantes não permitir que a distância interpessoal segura prescrita seja respeitada. Podemos, portanto, recusar o acesso a bordo da aeronave a passageiros que se apresentem para embarque sem equipamento de proteção pessoal. Também recomendamos o uso da máscara de proteção no aeroporto e ao embarcar e desembarcar de aviões.

 

Tomamos uma série de medidas de saúde e precaução para proteger a saúde dos nossos viajantes e funcionários. 

 

Check-in dos voos da Alitalia no aeroporto de Roma Fiumicino

A partir de 17 de março, todas as operações de check-in dos voos domésticos, internacionais e intercontinentais da  Alitalia, no aeroporto Roma Fiumicino, serão realizadas no Terminal 3. Isso é devido ao fechamento temporário do Terminal 1, cuja decisão foi tomada pela Autoridade Aeroportuária. 

 

Voos de e para Milão

A partir de 16 de março, todos os voos domésticos da Alitalia de e para Milão serão operados através do aeroporto Milão Malpensa , em virtude da desativação temporária do aeroporto de Milão Linate.As operações de  check-in serão realizadas no Terminal 2 do aeroporto de Malpensa.

 

Passageiros que precisam viajar para a Sardenha

Na sequência do Decreto do Ministro das Infra-estruturas e Transportes (nº  117 de 14 de Março de 2020) e do Decreto do Presidente da Região Autônoma da Sardenha (nº  9 de 14 de Março de 2020), o tráfego aéreo de passageiros de e para a Sardenha é garantido até 25 de Março de 2020, exclusivamente através do aeroporto de Cagliari, para necessidades inevitáveis relacionadas com o trabalho, a saúde, a necessidade ou o retorno para casa.

 Os passageiros que têm de se deslocar para estas necessidades devem solicitar autorização de embarque com 48 horas de antecedência da partida do voo, preenchendo o formulário disponível no website da Região da Sardenha. A autorização será emitida nas 12 horas seguintes à partida e deverá ser apresentada no embarque do voo, juntamente com o cartão de embarque e um documento de identidade. 

 

Situação nos países estrangeiros

Abaixo estão algumas informações importantes sobre as restrições à entrada em vários países e embarque em voos da Alitalia, seguindo as medidas ordenadas pelas autoridades para a epidemia causada pelo Coronavírus (COVID-19)

 

ÁFRICA DO SUL

As autoridades locais proibiram a entrada de viajantes provenientes da Itália a partir de 18 de março.

ALBANIA

As autoridades locais ordenaram a suspensão de todo o tráfego aéreo de e para a Itália.

ALGERIA

As autoridades locais ordenaram a suspensão de todo o tráfego aéreo de e para a Itália.

ARGENTINA

O Governo argentino ordenou a suspensão do tráfego aéreo de e para a Itália a partir de 16 de março. 

ARÁBIA SAUDITA

As autoridades locais proibiram a entrada na Arábia Saudita de passageiros com visto de turista de países com casos confirmados de Coronavírus, incluindo a Itália.

AUSTRÁLIA

As autoridades australianas ordenaram a proibição da entrada de todos os viajantes que ficaram ou transitaram na Itália nos 14 dias anteriores da entrada no pais.

BRASIL

As autoridades brasileiras impuseram, a partir de 23 de março, uma proibição de entrada no país aos viajantes provenientes da Europa (incluindo a Itália). A medida não se aplica aos cidadãos brasileiros, aos detentores de autorização de residência brasileira, aos estrangeiros que viajam ao Brasil para a reunificação familiar com um cidadão brasileiro e às entradas especificamente autorizadas pelo governo brasileiro por razões de interesse público, transporte de mercadorias.

CANADÁ

As autoridades canadenses proibiram a entrada de estrangeiros no país, com exceção, entre outros, de residentes permanentes, parentes de cidadãos canadenses e cidadãos norte-americanos.

CHILE

As autoridades locais impuseram uma exigência de auto-isolamento de 14 dias para todos os passageiros provenientes da Itália, com exceção dos que se encontram em trânsito nos aeroportos italianos.

EGITO

As autoridades egípcias ordenaram a suspensão das rotas aéreas de e para a Itália a partir do dia 19

ESPANHA

As autoridades espanholas ordenaram a suspensão do tráfego aéreo de e para a Itália a partir de 11 de Março.

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

O Governo dos Estados Unidos proibiu todos os viajantes provenientes ou que tenham transitado por países pertencentes ao Espaço Schengen, incluindo a Itália, a partir de 14 de março. Existem exceções a favor dos cidadãos americanos, residentes permanentes ou membros das suas famílias. Para estas exceções, consulte os sites das autoridades dos Estados Unidos.

GRÉCIA

As autoridades gregas ordenaram a suspensão das conexões aéreas de e para a Itália.

HUNGRIA

As autoridades locais ordenaram a suspensão das ligações aéreas de e para a Itália.

ILHAS MALDIVAS

As Autoridades das Ilhas Maldivas proibiram a entrada de viajantes provenientes da Itália, inclusive passageiros em trânsito em aeroportos italianos.

ILHAS MAURÍCIO

As autoridades mauricianas proíbem que cidadãos italianos que viajaram para a Itália nos 14 dias anteriores à data de partida do voo para Maurício entrem ou transitem no país, incluido os passageiros em trânsito na Italia.

Os passageiros envolvidos que são forçados a renunciar a viagem para Maurício portando bilhetes da Alitalia adquiridos até 1 de março de 2020, podem solicitar ao Centro de Atendimento ao Cliente Alitalia um voucher (TCV) até 15 de março de 2020, por um valor igual ao valor do bilhete adquirido ou seu valor residual, válido para a compra de outros bilhetes da Alitalia para qualquer destino operado pela Alitalia, que pode ser usado para viajar até 30 de junho de 2020.

Em caso de renúncia aos bilhetes-prêmio MilleMiglia com destino a Maurício, os passageiros terão direito ao estorno do crédito de milhas prêmio MilleMiglia.

A política acima não prejudica a regulamentação aplicável aos direitos dos passageiros

ÍNDIA

As autoridades indianas ordenaram a suspensão, com efeito imediato e até 15 de abril, de todos os vistos emitidos e ainda não utilizados. Existe também uma obrigação de auto-isolamento de 14 dias (também aplicável aos cidadãos indianos) para todos os viajantes provenientes ou que tenham permanecido na Itália a partir de 15 de fevereiro. 

ISRAEL

As autoridades israelenses proibiram a entrada de todos os viajantes - com exceção dos cidadãos israelenses - que visitaram a Itália nos 14 dias anteriores à entrada ou solicitaram a entrada no país, incluido os passageiros em trânsito na Italia.

Os passageiros envolvidos que são forçados a renunciar a viagem para Israel portando bilhetes da Alitalia adquiridos até 1 de março de 2020, podem solicitar ao Centro de Atendimento ao Cliente Alitalia um voucher (TCV) até 15 de março de 2020, por um valor igual ao valor do bilhete adquirido ou seu valor residual, válido para a compra de outros bilhetes da Alitalia para qualquer destino operado pela Alitalia, que pode ser usado para viajar até 30 de junho de 2020.

Em caso de renúncia aos bilhetes-prêmio MilleMiglia com destino a Israel, os passageiros terão direito ao estorno do crédito de milhas prêmio MilleMiglia.

A política acima não prejudica a regulamentação aplicável aos direitos dos passageiros.

JAPÃO

As autoridades japonesas estabelecem que, a partir de 27 de março, está proibida a entrada no país a todos os cidadãos não japoneses que, nos últimos 14 dias anteriores a sua chegada em território japonês, tenham vindo ou passado por 21 países europeus (incluindo a Itália). 

JORDÂNIA

O governo da Jordânia não permite a entrada de viajantes da Itália ou que tenham viajado para a Itália nos últimos 14 dias antes da chegada à Jordânia.

Os passageiros envolvidos que são forçados a renunciar a viagem para a Jordânia portando bilhetes da Alitalia adquiridos até 27 de fevereiro de 2020, podem solicitar ao Centro de Atendimento ao Cliente Alitalia um voucher (TCV) até 15 de março de 2020, por um valor igual ao valor do bilhete adquirido ou seu valor residual, válido para a compra de outros bilhetes da Alitalia para qualquer destino operado pela Alitalia, que pode ser usado para viajar até 30 de junho de 2020.

Em caso de renúncia aos bilhetes-prêmio MilleMiglia com destino à Jordânia, os passageiros terão direito ao estorno do crédito de milhas prêmio MilleMiglia.

A política acima não prejudica a regulamentação aplicável aos direitos dos passageiros

KUWAIT

As autoridades locais anunciaram a proibição de entrada no país a quem viajou para a Itália nas duas semanas anteriores à tentativa de entrar no Kuwait.

A restrição também se aplica àqueles com visto ou autorização de residência válidos.

Os passageiros envolvidos que são forçados a renunciar a viagem para o Kuwait portando bilhetes da Alitalia adquiridos até 26 de fevereiro de 2020, podem solicitar ao Centro de Atendimento ao Cliente Alitalia um voucher (TCV) até 15 de março de 2020, por um valor igual ao valor do bilhete adquirido ou seu valor residual, válido para a compra de outros bilhetes da Alitalia para qualquer destino operado pela Alitalia, que pode ser usado para viajar até 30 de junho de 2020.

Em caso de renúncia aos bilhetes-prêmio MilleMiglia com destino ao Kuwait, os passageiros terão direito ao estorno do crédito de milhas prêmio MilleMiglia.

A política acima não prejudica a regulamentação aplicável aos direitos dos passageiros.

LÍBANO

As autoridades do Líbano estabeleceram a proibição de ingresso no país a todos os viajantes provenientes da Itália, exceto cidadãos libaneses e estrangeiros residentes no Líbano.

Os passageiros envolvidos que são forçados a renunciar a viagem para o Líbano portando bilhetes da Alitalia adquiridos até 28 de fevereiro de 2020, podem solicitar ao Centro de Atendimento ao Cliente Alitalia um voucher (TCV) até 15 de março de 2020, por um valor igual ao valor do bilhete adquirido ou seu valor residual, válido para a compra de outros bilhetes da Alitalia para qualquer destino operado pela Alitalia, que pode ser usado para viajar até 30 de junho de 2020.

Em caso de renúncia aos bilhetes-prêmio MilleMiglia com destino ao Líbano, os passageiros terão direito ao estorno do crédito de milhas prêmio MilleMiglia.

A política acima não prejudica a regulamentação aplicável aos direitos dos passageiros.

MALTE

As autoridades locais ordenaram a suspensão de todo o tráfego aéreo de e para a Itália.

MARROCCOS

As autoridades locais ordenaram a suspensão de todo o tráfego aéreo de e para a Itália.

MONTENEGRO

As autoridades do Montenegro ordenaram a proibição de entrada para todos os viajantes da Itália.

POLÔNIA

As autoridades locais ordenaram a suspensão do tráfego aéreo de e para a Itália a partir de 15 de março.

PAÍSES BAIXOS

As autoridades holandesas ordenaram a suspensão dos serviços aéreos de e para a Itália.

PORTUGAL

As autoridades locais ordenaram a suspensão de todo o tráfego aéreo de/para a Itália.

REINO UNIDO

A partir de 9 de março as autoridades locais recomendam a todos os passageiros que chegarem ao Reino Unido e que não apresentem sintomas relativos ao coronavírus, que permaneçam o máximo possível em suas casas, limitando suas saídas à extrema necessidade.

REPÚBLICA TCHECA

As autoridades locais impuseram uma proibição de entrada no país para todos os passageiros provenientes da Itália, exceto para os residentes da República Tcheca.

RÚSSIA

As autoridades russas ordenaram a proibição de entrada na Federação para todos os cidadãos italianos ou viajantes de qualquer nacionalidade italiana, exceto aqueles que tenham a segunda cidadania russa ou cidadania de um país da União Eurásia (Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão), ou uma autorização de residência na Rússia.

ROMÊNIA

As autoridades romenas estabelecem que os clientes em posse de um bilhete aéreo para a Romênia, provenientes das regiões da Lombardia e do Vêneto, poderão ter de se submeter a um período de isolamento de 14 dias após a entrada no país.

SEYCHELLES

Em 15 de fevereiro de 2020, as autoridades de Seychelles proibiram os passageiros que permaneceram ou viajaram pela Itália 14 dias antes da data de chegada nas Seychelles.

Os passageiros envolvidos que são forçados a renunciar a viagem para Seychelles portando bilhetes da Alitalia adquiridos até 25 de fevereiro de 2020, podem solicitar ao Centro de Atendimento ao Cliente Alitalia um voucher (TCV) até 15 de março de 2020, por um valor igual ao valor do bilhete adquirido ou seu valor residual, válido para a compra de outros bilhetes da Alitalia para qualquer destino operado pela Alitalia, que pode ser usado para viajar até 30 de junho de 2020.

Em caso de renúncia aos bilhetes-prêmio MilleMiglia com destino a Seychelles, os passageiros terão direito ao estorno do crédito de milhas prêmio MilleMiglia.

A política acima não prejudica a regulamentação aplicável aos direitos dos passageiros.

SÉRVIA

As autoridades sérvias impuseram uma proibição de entrada a todos os passageiros provenientes da Itália.

SRI LANKA

As autoridades locais ordenaram a proibição de entrada para todos os passageiros provenientes da Itália ou que tenham permanecido na Itália nos 14 dias anteriores à data de chegada ao país.  A Alitalia tem um acordo de partilha de códigos de voo com a companhia aérea SriLankan Airlines.

SUÍÇA

As autoridades locais impuseram uma proibição de entrada aos viajantes provenientes da Itália, com a única exceção dos cidadãos suíços e estrangeiros que possuem uma autorização de residência suíça.

TUNÍSIA

As autoridades locais ordenaram a suspensão dos serviços aéreos de e para a Itália.

TURQUIA

Até novo aviso, as autoridades locais ordenaram a suspensão de todo o tráfego aéreo de e para a Itália. As companhias aéreas turcas com um acordo de compartilhamento de código com a Alitalia - como a Pegasus - podem partir da Turquia e aterrissar na Itália, mas, para seus voos de volta para a Turquia, só podem aceitar passageiros turcos.

Os passageiros envolvidos que são forçados a renunciar a viagem para Turquia portando bilhetes da Alitalia adquiridos até 27 de fevereiro de 2020, podem solicitar ao Centro de Atendimento ao Cliente Alitalia um voucher (TCV) até 15 de março de 2020, por um valor igual ao valor do bilhete adquirido ou seu valor residual, válido para a compra de outros bilhetes da Alitalia para qualquer destino operado pela Alitalia, que pode ser usado para viajar até 30 de junho de 2020.

Em caso de renúncia aos bilhetes-prêmio MilleMiglia com destino a Turquia, os passageiros terão direito ao estorno do crédito de milhas prêmio MilleMiglia.

A política acima não prejudica a regulamentação aplicável aos direitos dos passageiros.

UCRÂNIA

As autoridades locais impuseram uma proibição de entrada a todos os viajantes estrangeiros provenientes da Itália.

 

VIETNÃ

O governo vietnamita anunciou uma quarentena obrigatória para quem chega da Itália. Como alternativa, passageiros podem embarcar novamente no primeiro voo disponível, sem sair da área de trânsito do aeroporto.

 

Pedimos aos viajantes que verifiquem os websites dos governos para informações detalhadas sobre restrições de viagem e entrada aplicadas pelo país para onde irão voar.